Perdas para o Empregador

– queda da produtividade;

– alteração na qualidade do serviço/produto;

– menor eficiência;

– baixo índice de criatividade;

– absenteísmo;

– doenças profissionais;

– acidentes de trabalho;

– danos aos equipamentos;

– alta rotatividade da mão-de-obra, gerando aumento de despesa com rescisões contratuais, seleção e treinamento de pessoal;

– aumento de demandas trabalhistas com pedidos de reparação por danos morais;

– abalo da reputação da empresa perante o público consumidor e o próprio mercado de trabalho, etc…

– perda do espirito de equipe

– desagregacao dentro de projetos, fogo amigo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: